quinta-feira, fevereiro 15, 2007

O projecto

O entusiasmo de desenvolver um filme neste género surgiu da possibilidade de desenvolver uma história que permitisse, quer pela sua plástica quer pelo seu argumento, jogar com conceitos e sentimentos contraditórios e intrinsecamente relativos como tranquilidade/inquietude, serenidade/tensão, belo/feio, etc.

Em termos narrativos, a história é apresentada por um personagem em Off, que se identifica no fim, como interveniente directo no desenrolar e desenlace da história.

Em termos de realização, a história é contada com um único plano de sequência uma vez que se pretende dar a ideia que o narrador é o próprio Vento... invisível, testemunho, alietório, omnipresente...

Estes são os primeiros esboços que o Vento viu.





















1 Comments:

Anonymous pantametro jâmbico said...

Como sabeis, mui estimo e me orgulho secretamente (ou já nem tanto) com a qualidade do trabalho que querem apresentar. Confrange-me, portanto, a dissonância nos artigos escritos. 'Intrinsecamente relativos' parece-me conversa pseudo. E 'alietório' diz-se 'aleatório', pelo que nos perguntamos se realmente sabem o que querem dizer.
Cum beijo nas fuças.

4:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home